payday loans
Imprimir E-mail
Tamaño de Texto Larger Font Smaller Font

CONVÊNIO – CÓDIGO ESPIRITUAL ETERNO

COMPROMISSO E EMPENHO DA CONSCIÊNCIA HUMANA

aru all churches

  1. A crença de que existe um só DEUS, uma só VERDADE UNIVERSAL e UMA VIDA ETERNA, diversamente expressa sob diferentes circunstâncias, porém essencialmente indestrutível.
  1. O reconhecimento de que toda manifestação de VIDA no universo, sintetiza a verdade e representa atributos divinos.
  1. O conhecimento de que todo ser humano está igualmente dotado de poderes divinos, por natureza, que são inalienáveis, incluindo o direito de viver e lutar pela felicidade e liberdade de consciência e pensamento; o direito de gozar de justiça, bem estar e tranqüilidade doméstica; adquirir as bênçãos da liberdade para nós, nossos vizinhos e nossos descendentes;  gozar de respeito, proteção e paz; de expressar livremente nossas crenças e convicções; e o direito no culto, à saúde, a viajar, a viver aonde melhor nos convenha e ao trabalho, sem sermos coibidos nem tiranizados.
  1. ceitar os princípios de IRMANDADE HUMANA, RESPEITO E PROTEÇÃO MÚTUOS, como bases fundamentais para uma vida honrada e de paz para toda a espécie humana e como um melhor meio de expressão e mais efetividade para fazer frente às necessidades da vida.
  1. Promulgar que a REGRA DE OURO de respeito e proteção mútuos são condições fundamentais para o desenvolvimento e estabelecimento da verdadeira Irmandade. Comunidade do HOMEM sob a paternidade de DEUS.
  1. A DIVINA PRESENÇA É ETERNA E UNIVERSAL e é de pouca importância o nome que demos a ela e a forma como a descrivamos. Seus atributos são supra-sensoriais e superiores a nossas limitações e nunca poderão chegar a ser patrimônio exclusivo de nenhum grupo ou pessoa em particular. Tampouco é possível reduzir seu campo de ação e apresentá-la arbitrária, convencional, restrita ou limitadamente.
  1. Comprometer nossa inteira devoção à ETERNA E DIVINA PRESENÇA e dar as boas vindas de IRMÃOS E AMIGOS a todos que subscrevam o CONVÊNIO – CÓDIGO ESPIRITUAL ETERNO, oferecendo, ao mesmo tempo, a liberdade de usar nossas igrejas, salões e demais facilidades para a COMUNHÃO ECUMÊNICA, de forma que todas as almas nobres possam realizar sua missão ESPIRITUAL segundo sua própria consciência e compreensão.
  1. Compreender que a ETERNIDADE E UNIVERSALIDADE de DEUS, a VERDADE e a VIDA não podem ser devidamente compreendidas e aprofundadas por um espirito sectário endurecido, nem de personalidade ditatorial.
  1. Reconhecer que a liberdade de CONSCIÊNCIA se baseia no exercício de nossa vontade espontânea de escolher nosso modo de viver, pensar e atuar inteligentemente sem restrições.
  1. Reconhecer e garantir o direito de todo ser humano, sem limitações de raça, credo ou nacionalidade, de viver, pensar e adorar a DEUS livremente, com dignidade e sem restrições, nem obrigações; de amarem-se como verdadeiros IRMÃOS, de receber LUZ ESPIRITUAL, de constituir uma família e ter um lar próprio, de ser respeitado, assistido, protegido e abençoado por todos os seus concidadãos do universo inteiro e também por DEUS.
  1. Honrar todos os Messias, Profetas, Avatares e Arhats, conhecidos também como FILHOS DE DEUS, Representantes Celestes, Salvadores, Libertadores e Instrutores Espirituais, cuja origem, qualificações, ensinamentos e missões são, em diversos graus e diferentes formas, manifestações de caráter  DIVINO com a missão de oferecer sustentação moral e orientação espiritual à humanidade.
  1. Aceitar a necessidade de dignificar a humanidade com altos ideais e o anseio por uma PAZ UNIVERSAL mediante o esforço pacifico e comum e uma ilimitada FÉ, AMIZADE e LIBERDADE entre os homens de todas as raças, crenças e nacionalidades.
  1. Concordar em servir e render culto a DEUS, sustentar a VERDADE e defender a VIDA com o mais elevado espirito humanitário, acima de todas as formas de preconceito doutrinário e discriminação sectária.
  1. Aceitar em cumprir os deveres religiosos e espirituais livremente e com o mais elevado espirito de bondade, cooperação e BENÇÃO DIVINA.
  1. Promover a cura espiritual e cultivar sentimentos nobres por todo o mundo, acima de qualquer forma de privilégio sectário e limitações doutrinárias.
  1. Orar, meditar e trabalhar em comum de modo que a humanidade se beneficie mais da orientação religiosa e ensinamentos espirituais, sem os entraves de prestigio tradicional, doutrinas teológicas, interesses exclusivos, dogmas convencionais e/ou pretensões pessoais.
  1. Agir individualmente de acordo com os ensinamentos divinos e prometer respeito, proteção, ajuda e benção a todos que decidam viver de acordo com os Princípios Universais, a Dignidade Humana e a Comunhão Ecumênica.
  1. Abominar toda forma de injustiça, violência, brutalidade, perversidade, vício, calúnia, ódio e guerra e resolver todo conflito somente através de acordos parlamentares e  da Comunhão Espiritual, Universal ou Ecumênica.