Imprimir
Visto: 287

 OS TATTVAS OU PRINCÍPIOS VITAIS E FUNDAMENTAIS DA EXISTÊNCIA

Não há possível estudo da vida que seja sério, sincero e profundo sem uma devida compreensão do que são os TATTVAS ou PRINCIPÍOS VITAIS E FUNDAMENTAIS DA EXISTENCIA. Igualmente podemos dizer, com toda certeza, que não pode haver filosofia da ciência e ainda, ciência da realidade que não dependa de uma intima e ampla penetração deste tema complexo do fundamento da existência.

Tenha-se presente que tudo quanto existe depende dos tattvas e que nos tattvas radica toda a transformação e neles portanto encontra-se em condição potencial ou potestativa toda realidade e quantas formas são verdadeiramente possíveis na intensa escala fenomênica da existência manifestada e em evolução.

Os tattvas são os princípios-gérmens de toda realidade que nasce da Consciência Universal ou Alaya, que por sua vez, é o Grande Alento (Prakriti) do Absoluto, Parabrahman, ou se se prefere MULAPRAKRITI, ou seio infinito do imanente, indiferençável e essencial, o Espírito único.

Esses Tattvas são em número total de CINCO (5) e vem a ser modalidades funcionais, “em principio”, o que significa PRINCIPIO. Assim, estão no princípio de todas as coisas. Pela mesma razão são “força-capacidade, pelo que assumem o nome genérico de PRANA, que a seu turno aparece sob dez diferentes aspectos dinâmicos ou de “força motriz”, que se conhecem por vayus.

Tanto os vayus como o prana são, portanto, qualidades integrais dos tattvas. Os “iddhis” são os poderes manifestados deste dinamismo primordial ou fundamental ou seja, táttvico, especialmente no sentido psíquico, e não são outra coisa senão tattvas expressos por meios fisiológicos através da mente, sob os impulsos genéricos da Consciência, que é o seio onde residem os Princípios ou tattvas.

Prakriti é a matéria cósmica indiferenciada da qual emana o Universo. Em uma forma ou caráter essencial é Parabrahman. Tal é o verdadeiro nome da Consciência Universal.

Toda a sabedoria das idades radica no completo conhecimento destes fenômenos, e toda a Magia depende de seu manejo. A genuína espiritualidade consiste em viver harmonicamente, quer dizer, de acordo com as condições, motivos e ulterioridades da Consciência.

Como toda a realidade é uma resultante da combinação dos tattvas, o estudante deve compreender que não conseguirá dominar por completo a matéria nem obterá progressos notáveis no curso da vida senão por meio desta Ciência Secreta que trata do domino da vida e, sobretudo, da compreensão dos tattvas, e como estes radicam na Consciência Universal, é obvio que somente em vivencias e realizações Conscientes havemos de conseguir tais benefícios ou adiantamentos.

Por força temos que ser breves aqui e epigráficos. Para mais amplos estudos remetemos nossos desejosos inquiridores do ignoto aos únicos textos publicados sobre o particular, verdadeiramente monumentais, que são: AS FORÇCAS SUTIS DA NATUREZA, de Rama Prasad, e nossa obra: OS FUNDAMENTOS DA VIDA. Estes textos merecem figurar nas melhores bibliotecas, e sobretudo deveriam ser consultados pelos experimentadores científicos.

Os cinco TATTWAS são: AKAZA – VAYU – TEJAS – APAS – PRITHIVI

_____

Do livro: “MAGIS ORGANUM” “SUGESTIÓN CREADORA”, do Pr. OM Lind.