Imprimir
Visto: 673

 

PALAVRA AO CORAÇÃO

KUT HUMI LAL SINGH

Príncipe OM Lind-Schernrezig, El Tibetano

 

Misterioso caminhante, Sabes o quê buscas?

Desconhecido viandante que encontro, de onde vens?

Estranho morador deste mundo, para onde vais?

Cansado brigador do mundo,

Quê é o que pretendes, afinal de contas?

Irmão na Vida, A quê aspiras?

Não te connheço e, entretanto, teus desígnios me são familiares, e sei como és. Tu te pareces tanto a mim! E te pareces da mesma forma a ti ?

Se soubéssemos o muito que nos parecemos todos, por estarmos levados pelo mesmo destino, por estarmos feitos igualmente e termos a mesma origem, não nos trataríamos como estranhos.

Sabes o que é que mais nos separa, a nós todos, em meio a circunstâncias idênticas no mundo? É nossa IGNORÂNCIA e a semelhança de nossa índole, nossas vaidades e nossos egoísmos; nossas paixões se encarregam logo de nos perverter e o demônio de nossa malevolência nos torna destruidores e nos fazem separar-nos mais e mais a fim de cumprir melhor nossos desígnios egoístas, vaidosos e néscios, com zelos e incompreensão e torpezas sem conta.

Por quê não tratarmos de nos conhecermos melhor a nós mesmos e compreender-nos mais mutuamente?

Por quê não nos apreciarmos mais? Conseguiríamos respeitar-nos!

Há incontáveis motivos para que possamos admirar-nos e inspirar-nos mutuamente. Por quê não ensaiar um plano de vida melhor ?

Quão felizes nos faríamos se soubéssemos e se quiséssemos viver melhor!

Começa-se a ser grande quando se consegue aniquilar as próprias pequenezes que nos destroem e amarguram o coração.....