Imprimir
Visto: 1020

 

CondiçõesPrevias

Do libro: AUM O FORMULARIO DE PODER.

Por OM CHERNREZIG LIND.

Editorial Bodha, Pereira, 1958

0 homem se agita, se afana e se sacrifica para que, em ultimo caso, todos os seus interesses não se transformem em meras conquistas superficiais, e sejam consistentes na aquisição de comodidades banais e conveniências, embora sem significação transcendente.  Isto ocorre porque considera a vida como uma experiência na qual e preciso sofrer, embora o mínimo possível. Dai as misérias, os erros e a tremenda desorientação em que vivem os seres humanos como vítimas de sua própria e ingente Ignorancia.

Seus. sistemas de filosofia e suas religiões, grandes ou pequenas, tiveram grande importância no curso da historia, porem conseguiram muito pouco no sentido de dominar as paixões humanas, extirpar suas falhas e deficiências ou transformar suanatureza humana em espiritual.

Por outra parte as doutrinas éticas, por mais aceitáveis que pareçam, não atacam na própria raiz os males que afligem a humanidade, e assim não se consegue delas o beneficio que era de se esperar. Os ensaios reformistas de todas as épocas, certamenteao fundo dos problemas humanos.E por isso que hoje impera o caos em toda a ordem de coisas nos relacionamentos humanos.

Vejamos agora quais são as normas necessárias ante semelhante realidade e como poderemos conseguir uma genuína superarão e um verdadeiro engrandecimento do ser humano que, na verdade, e o cumprimento do objetivo daprópria existência. humana. E claro que nada ha de ser conseguido, neste sentido,enquanto não se atinja a completa realização do verdadeiro “sentido da vida” e ateque não consigamos realmente conhecer os verdadeiros fundamentos da vida, oumelhor, como o   individuo   se   desenvolve   e   no que   consiste seu melhor comportamento. Isto implica num certo plano, “um esboçode superação vital ainda para ser descoberto para a imensa maioria dos seres humanos.

Primeiramente vamos deixar claro que não pretendemos expor, aqui, nenhum vade-mécum extraordinário, pois   o que vamos dizer nada tem de novo. Referimo-nos ao caminho da retidão, cujos objetivos consistem em facilitar a liberação do individuo das suas múltiplas "bengalas” e todos os encadeamentos a que esta sujeito e lhe produzem a ignorância e seus costumeiros sequazes: a vaidade, as ilusões e a falsidade.

Muitos sistemas caracterizam pelos seus “ismos”e inúmeras com princípios sagrados e   belos ideais de superarão, suas mefistofélicas mesquinhezes. Hoje subsistem um numero imenso de organizações graças ao fato de proclamarem bombasticamente sua adesão a estas normas libertadoras, mas cujos procedimentos não se ajustam as correspondentes necessidades, sendo seus propósitos, portanto, dejustificação duvidosa e claramente inconfessáveis.

0 "Caminho de Ouro ou da Retidão” e constituído das seguintes condições:

Compreensão devida

Genuína Sabedoria

Controle Mental

Atitude Mentaldevida

   

Palavra devida

   

Atitude e Ação devida

DISCIPULADO

(Chelas)

Viver devido

Moralidade

Concentração

Esforço devido

 

ANAGARYKAS

Atenção devida

Meditação

Meditação

Pensamento devido

 

Contemplação

A expressão "corretaque usamos aqui   e sinônimo de devida, precisa e conveniente.   As alusões que seguem na coluna do meio se referem as três condições fundamentais para se conseguir a Verdadeira iluminação ou Liberação Espiritual. Quanto as palavras, "Discipulado” e "Anagarikas, marcam os campos de desenvolvimento Consciente e suas respectivas correspondências de acordo com a Reta Norma. As demais expressões na ultima coluna da direita, sãoimplícitas em si mesmas. Demarcam as condições para a qual tendem as disciplines superiores, ou seja "controle da mente, "concentração", "meditação e contemplação".

Toma-se imprescindível expor aqui, com dados precisos, os valores e complicações de cada uma destas fases do desenvolvimento mental, que se traduzem depois em '"Vivencias” da Consciência.     Porem, antes, faremos aadvertência de que se fala multo sobre esses assuntos transcendentes, com o único objetivo de exploração por   charlatães e   ilusionistas e   por organizações,                                                                                          e propósitos sectários. Por· isso os   estudantes amantes da verdade devem resguardar-se das pessoas e da sociedades que baseiam suasatividades em sectarismos ou das “escolas ocultas” que recorrem a paramentos e cerimoniais complexos a fim de   seduzir melhor suas vitimas. Todo sistema baseado em promessas fantásticas e falso, espúrio e só atende ao lado sensorial do ser humano.Seus únicosresultados positives, portanto, fora de enriquecer seus expositores,são criar maior confusão em seus filiados, os quais experimentam maior desespero e constantes infortúnios.

0 caminho da Retidão   se baseia nas  condiçõesindispensáveis para a conquista dos objetivos da verdadeira superação humana.   Para isto, como e fácilcompreender, não e mister,   nenhuma casse de mistagogía nem mistificaçãotão comuns entre os sistemas de "filosofia mística" e escolas de suposta "esotericidad". Os verdadeiros centros de estudos esotéricossão   de expressão simples e clara e sem nenhuma sistematizaçãopossível. NADA HÁ 0 QUE OCULTAR NO VERDADEIRAMENTE ESPIRITUAL. 0 que se oculta e o indigno, o inseguro, o irresoluto, o fantástico, que tem necessidade da confabulação das trevas para melhor operar.

A Ciência Sagrada ou Secreta, isto e, a genuínarealização da filosofia transcendente da filosofia fundamental ou esotérica é ensinada publicamente, na certeza de que ninguém entendera nada dela sem estar em devidas condições para “compreender".Talvez isto explique a necessidade das condições previas que denominamos Caminho da Retidão, indispensáveis para a liberação.

Nenhuma realização verdadeiramente transcendental é possível sem que se haja conseguido, previamente, o domínio de ditas condições, que por sua vez exigem e implicam:

  1. Critério preciso e ausência de superstição.
  2. Toda resolução deve ser tomada com a melhor compreensão eelevada. Intenção.
  3. Palavra correta, como expressão do pensamento correto.
  4. Comportamento modesto, edificante e sereno
  5. Existência enobrecedora e com propósitos cada vez mais bondosos.
  6. Esforçosdignificantes, dedicação superadora de qualquer dificuldade e total controle pessoal.
  7. Elevação de metas, nobreza de ideais e atitude mental compassiva, doce e amorosa.
  8. Elevação mental para as causas e motivos superiores da Consciência, a fim de descobrir cada vez mais a significação transcendente da existência e de seus objetivos ulteriores.

Temos de insistir no fato de que ninguém deve dedicar-se as experiências místicas ou espirituais sem uma clara e resoluta atitude que permita um seguro desenvolvimento. A espiritualidade e o misticismo verdadeiros não se conquistam senão ao preço de sérias disciplinas e rigorosas experiências intimas e não mediante doutrinas cosmologias e fantasias dogmáticas, nem muito menos, com cerimoniais que só fazem excitar a emocionalidade de seus participantes.